Exaustion

Quinta feira e eu ja estou pedindo pausa! Fazer todas as coisas com as quais me comprometi a fazer esta sendo mais cansativo do que eu imaginava: eu to basicamente um zumbi andando pelas ruas montrealesas, de trabalho a trabalho, de classe a classe… Robert Rodriguez que me aguarde!

Mas incrivelmente ha varios pontos positivos! A conta de energia aqui de casa vai cair horrores ja que nao ha nunca alguém em casa! Nao so de energia mas de telefone também!, rs!! Nao, falando sério, eu to dando bem conta do recado, entao isso me faz feliz.

Além disso, meus livros devem estar chegando! (Eu ando pensando sériamente em comprar um tablet da amazon… seria muito mais facil andar pra la e pra ca com um tablet do que com um livro pra incrementar o peso da minha mochila…

Hoje é quinta. Ainda bem!

k

 

Advertisements

heart

O coraçao resolveu me pregar uma peça neste final de semana e esta amiga que vos fala passou dois dias no hospital.

A causa nao se sabe ainda, mas é a segunda vez que acontece.

Coraçao doente ninguem gosta!

Esperando o tempo passar pra ver o que aconteceu de verdade.

Eu nao tenho muita vontade de conhecer o além, rs.

K

A noite de sono que eu nao tive…

 

Insonia é um saco. Deixa a gente num super mal estar e o dia todo fica azedo. Se no inverno de menos 30 vc ja nao tem muita vontade de ser simpatico e sorridente, seguido por uma noite de insonia entao fica bem pior. É como eu sempre digo, ninguem merece…

Entre insonia e as nominaçoes do Oscar meu humor foi ficando de mal a pior. Como assim The Network nominado pra melhor filme??? e Inception??? INception é o melhor filme de todos os tempos, fala sério! So nao fico mais p da vida pq ao menos True Grit ta la nas indicações juntamente com o Waste land do Vik Muniz vulgo artista brasileiro mais fodao dos últimos tempos.  Vou ficar felizinha se o Christian Bale ganhar pq ele ta super bom no fighter, ele pode ser ranzinza mas é bom ator. No entanto quem vai levar é Colin Firth pelo King’s speech, que ca entre nos ta bem merecido também.

Neva horrores hoje,

k

last

Entao ontem o Lessing nao me saia da cabeça. A memoria resgatada nao ajuda a afugentar o fantasma que me persegue sempre.

E nao é que eu tinha uma esperança de que desse certo.!? Lembrar das coisas boas pra esquecer. Mas nao funciona.

Tenho uma colega que faz um feijão maravilhoso. Ela sabe também fazer vatapá. Ela me convida pra jantar. Ela pensa que eu gosto de carne e sempre faz steaks pra eu comer. Ela faz com tanto carinho que eu nao tenho coragem de falar pra ela que sou fishetarian! Ah, que situação!

A liberdade e o movimento andam de maos dadas. Existir na sociedade, movimentar-se nela, é ser livre.

O dia começa com metros de neve la fora, mas sem sol. Hoje o dia vai ser quentinho.

k

eleiçoes e o batizado

Domingo foi um dia longo. Começou as 5 da manha, escrevendo um texto pro batizado da Flavie, minha mais nova sobrinha e o bebe mais lindo e meigo que eu ja encontrei, e olha que ando encontrando muitos bebes lately.

Que tarefa complicada foi escrever um texto pra uma coisa que nao significa nada pra mim. Mas eu tava inspirada com as eleições, com a Dilma, e meu texto ficou meio que feminista, libertário, e até o padre veio falar comigo depois. Foi um dia lindo, o outono nas cidadezinhas do Quebec sao memoráveis. As cores, os lagos, realmente bonito.

Mas a noite anterior tinha me deixado brava. Irritada com a ignorância de alguns colegas. Fr. tinha escrito algo no facebook que tinha me deixado puta, uma piada de um velhinho que tava perdendo a memória, e se dava conta disso pq no meio da noite estava a bater na porta da empregada pra “dar uma”, ao que a empregada respondia: “outra seu jose?”. … Fr estudou comigo nos eua, trabalha em sp numa organização nao governamental que se ocupa em melhorar a educação nas favelas. Fr foi pra Africa, tem um discurso todo formatado de como é necessário a conscientizaçao das pessoas e tal, e me escreve uma coisa dessas… Nao é pra ficar puta??? Casa grande e senzala. Provavelmente ele nem sabe que esse livro existe. Pior ainda, talvez ja até tenha lido, mas sei la, achou que era uma pornochanchada, sei la. Eu fico puta com essa gente que é assim tao incongruente. Mas fr faz parte dessa classe média medíocre brasileira, que perde a virgindade com a empregada e nem se da conta de que ela nao queria transar. Tem muitos frs por ai, e eu encontrei muitos deles na escola.

E foi com esse espirito que eu fui votar domingo. Eu esperava que a Dilma ganhasse no primeiro turno. Montreal votou Serra. What a shame. E como sempre, os discursos eram os mesmos: Dilma era uma guerrilheira sanguinaria! Traidora da patria! Meu deus, sera que essa gente teve perda total de memoria? Esse povo tinha 20 anos quando a ditadura matou, torturou, estuprou milhares de pessoas no brasil! Onde é que essa gente tava que nao se lembra disso?

Mas tem sempre o worst case cenario, essa gente sabe de tudo e isso e realmente acreditam que a ditadura so veio pra ajudar, e que os que lutavam pela democracia eram uns vandalos estudantinhos que nao tinham mais nada que fazer da vida.

Eu realmente nao tenho paciência pra esse tipo de gente.

Ao menos o domingo acabou bem, com a familia reunida pra festejar a Flavie. Que é linda!

k

O preconceito e afins

É complicado discutir racismo com quem é racista mas nao sabe. E é verdade, existem racistas que nao sabem que sao racistas, de tao introjetado que o racismo muitas vezes esta no nosso dia a dia.

Minha resposta aos comentários racistas ja foram diversos. Respondia brava, debatia por horas, até que um dia desisti e achei no silencio a melhor resposta. Mas vivendo no Quebec, onde a imigração nao cessa e onde a onda de racismo cresce de uma maneira camuflada, resolvi adoptar uma outra tatica: ironia e liçao de moral, funciona que é uma beleza.

A imigração é vista aqui como necessária, e por esta razão é tolerada, mas o quebecois tem ainda muito problema com o imigrante. Diga-se: com o imigrante árabe, muçulmano, indiano que nao fala francês, e negros em geral principalmente os vindos de Haiti.

Quebéc é otimo, Montreal é linda, mas o preconceito existe e nao parece ter diminuido em nada apos o debate proposto por Jean Charest e executado pelos filósofos Taylor e Bouchard. A proposta foi interessantissima, mas ficou no papel.

A melhor forma de combater o racismo é mostrar-se em desacordo com a sua pratica.

K